Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

O Surf nas Olimpíadas: Como Começou, Regras e Mais!

Conheça a história do surf nas Olimpíadas, como o surf se apresenta nelas e muito mais!

As Olimpíadas

As olimpíadas são um grande evento esportivo de nível mundial e que acontece a cada quatro anos, reunindo atletas de diferentes partes do mundo para competir em várias modalidade esportivas.

Os jogos Olímpicos modernos tiveram como inspiração os Jogos Olímpicos da Grécia antiga realizados há muito tempo, a primeira vez foi por volta de 776 a.C. e que continuaram sendo celebrando por mais de um milênio.

Já os Jogos Olímpicos modernos tiveram seu início em um tempo depois, mas especificamente em 1896, em Atenas, na Grécia, com a participação de 14 países. Desde lá, o evento se tornou imensamente maior.

Sendo um evento que promove a união de diferentes povos, as Olimpíadas também se mostram presente quando o assunto é diversidade cultural, já que reúne diversos países a cada edição.

Uma das grandes peculiaridades desse evento é que sua realização é feita alternando em edições de inverno, que apresentam maior variedade de esportes ao ar livre, e edições de verão em que esportes de neve e gelo são os protagonistas.

O surf nas Olimpíadas

Imagem O surf nas Olimpíadas
www.olimpiadatododia.com.br

O surf é um conhecido esporte atualmente. Ser um praticante de surf, significa dizer, basicamente, que o atleta desliza sobre ondas do mar com uma prancha.

Por essa razão, sua prática sempre foi associada ao estilo de vida praiano, porém se mostrou bem aceito, tanto pelo público, quanto pelos atletas, quando foi inserido nas Olimpíadas de Tóquio em 2020. O que também significa também dizer que para isso ele foi considerado uma disciplina esporte de alto nível.

O evento próprio do surf que aconteceu na praia de Tsurigasaki nas Olimpíadas de Tóquio, contou com a participação de 40 homens e mulheres de todo o mundo e foi dividido em 8 baterias com um esquema eliminatório.

O surf nas Olimpíadas de 2024 em Paris

A próxima edição do evento, em 2024, ocorrerá em Paris, na França, com algumas mudanças na modalidade em relação à edição de 2020. Veja abaixo algumas mudanças:

  • O número de atletas será maior: haverá 8 a mais na disputa, totalizando 48 surfistas divididos em 24 de cada gênero
  • O jogos serão disputados no Taiti, na região ultramarina do Polinésia Francesa, localizada no Oceano Pacífico. As praias de Teahpo´o foram as escolhidas
  • Um Comitê Olímpico Nacional (CON), poderá ter, no máximo, quatro representantes, sendo dois de cada gênero. O número poderá de ser 3 por gênero, caso a vaga seja direcionada à equipe que foi melhor colocada nos Jogos Mundiais de Surf da Associação Mundial de Surf (ISA) de 2022 e 2024
Veja também:  Melhores Surfistas Brasileiras: Conheça o TOP 10!

Sistema de classificação de atletas

As vagas serão distribuídas de duas maneiras, a primeira, é a classificação por atletas, a segunda, é a classificação por equipes dos Comitês Olímpicos Nacionais, com seus respectivos eventos de distribuição de vagas.

Classificação por atletas serão através dos seguintes eventos:

  • Circuito (Championship Tour – CT) da Liga Mundial de Surf (WSL) de 2023
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2023
  • Jogos Pan-Americanos 2023
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA de 2024

Classificação por equipes dos Comitês Olímpicos Nacionais serão pelos seguintes eventos:

  • Jogos Mundiais de Surf da ISA de 2022
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA de 2024

A equipe que ganhar a medalha de ouro nos Jogos Mundiais da Associação Mundial de Surf (ISA) de 2024, vai ganhar uma vaga para o Comitê Olímpico Nacional (CON). O restante das vagas dos Jogos Mundiais de Surf da ISA de 2024 serão ofertadas aos atletas.

Distribuição de vagas em 2024:

Masculino:

Serão ofertadas 24 vagas para atletas do sexo masculino, sendo distribuídas da seguinte forma:

  • Circuito (Championship Tour – CT) 2023 da WSL – 10 vagas: os 10 melhores surfistas da edição de 2023 terão direito à vaga
  • Representações Continentais – 5 vagas: o melhor atleta de cada continente (África, Ásia, Europa e Oceania), com exceção do Americano, terá direito a uma vaga. Para as Américas, o atleta escolhido vai ser o medalhista de ouro dos Jogos Pan-Americanos Santiago 2023.
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2024 – 5 vagas: os 5 melhores atletas conquistarão a vaga
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2024 – Comitê Olímpico – 1 vaga: o Comitê Olímpico Nacional (CON) que tiver a melhor colocação na competição masculina dos Jogos Mundiais de Surf da Isa de 2024, conquistará 1 vaga
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2022 – Comitê Olímpico – 1 vaga: o Comitê Olímpico Nacional (CON) que tiver a melhor colocação na competição masculina dos Jogos Mundiais de Surf da Isa de 2024, conquistará 1 vaga
  • Princípio da Universalidade – 1 vaga: Um convite é feito pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) a todos os Comitês Olímpicos Nacionais (CON) interessados, eles, por sua vez, manifestam a vontade de enviar surfistas, assim, a Comissão Tripartite definirá o CON que ocupará a vaga
Veja também:  A Fascinante História do Futebol: Da Antiguidade até Hoje

Lembrando que no caso de ocupação da vaga por princípio de Universalidade, o atleta precisa estar entre os 50 melhores dos Jogos Mundiais de Surf da Isa de 2023 e 2024

  • País sede – 1 vaga: o país sede, nesse caso, a França, tem direito a um atleta por gênero. Entretanto, a vaga destinada ao país sede, só poderá ser usada pelo Comitê Olímpico Nacional, se a França não tiver nenhum atleta classificado

Feminino:

Serão ofertadas 24 vagas para atletas do sexo feminino, sendo distribuídas da seguinte forma:

  • Circuito Mundial (Championship Tour – CT) 2023 da WSL – 23 vagas: as 8 melhores surfistas terão direito a uma vaga
  • Representações continentais – 5 vagas: a melhor atleta de cada continente (África, Ásia, Europa e Oceania), com exceção do Americano, terá direito a uma vaga. Para as Américas, a atleta escolhida vai ser a medalhista de ouro dos Jogos Pan-Americanos Santiago 2023.
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2024 – 7 vagas: as 7 melhores atletas conquistarão a vaga
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2024 – Comitê Olímpico – 1 vaga: o Comitê Olímpico Nacional (CON) que tiver a melhor colocação na competição feminina dos Jogos Mundiais de Surf da Isa de 2024, conquistará 1 vaga
  • Jogos Mundiais de Surf da ISA 2022 – Comitê Olímpico – 1 vaga: o Comitê Olímpico Nacional (CON) que tiver a melhor colocação na competição feminina dos Jogos Mundiais de Surf da Isa de 2024, conquistará 1 vaga
  • Princípio da Universalidade – 1 vaga: Um convite é feito pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) a todos os Comitês Olímpicos Nacionais (CON) interessados, eles, por sua vez, manifestam a vontade de enviar as surfistas, assim, a Comissão Tripartite definirá o CON que ocupará a vaga

Lembrando que no caso de ocupação da vaga por princípio de Universalidade, a atleta precisa estar entre as 50 melhores dos Jogos Mundiais de Surf da Isa de 2023 e 2024

  • País sede – 1 vaga: o país sede, nesse caso, a França, tem direito a um atleta por gênero. Entretanto, a vaga destinada ao país sede, só poderá ser usada pelo Comitê Olímpico Nacional, se a França não tiver nenhum atleta classificado

Conclusão

Com a sua estreia nas Olimpíadas de 2020, o surf ganhou ainda mais notoriedade em escala global, marcando, assim, uma grande etapa de seu grande reconhecimento como esporte. Com futuro promissor, é certo que sua presença vai ser ainda maior na edição de 2024 da Olimpíadas.

Continue acompanhado informações, notícias e curiosidades sobre esportes aqui no Conhecimentos Gerais.

você pode gostar também

Escreva um comentário