Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

As Novas Regras do Voleibol para o Ciclo 2021-2024

Em 2021, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) atualizou as regras do voleibol para o ciclo 2021-2024

Neste post, vamos explorar as mudanças mais significativas e entender como elas podem impactar o jogo que amamos. Vamos lá?

Novas Regras do Voleibol

Veja as mudanças nas regras desse esporte:

Mudanças no tempo de jogo

Imagem com Mudanças no tempo de jogo
www.todamateria.com.br

Tradicionalmente, as partidas de voleibol são disputadas em sets de 25 pontos, com a necessidade de uma vantagem de pelo menos dois pontos para vencer o set. 

Se a partida chegar ao quinto set, também chamado de tie-break, este é jogado até 15 pontos, também com uma diferença de dois pontos.

Em relação aos tempos técnicos, antigamente havia dois tempos técnicos em cada set quando a primeira equipe atingia 8 e 16 pontos. 

No entanto, a partir de 2021, a FIVB decidiu eliminar os tempos técnicos dos jogos. Além disso, cada equipe tem direito a dois tempos de 30 segundos por set.

O intervalo entre os sets também é um aspecto crucial do tempo de jogo. Tradicionalmente, esse intervalo é de três minutos. 

No entanto, quando a partida chega ao quinto set, o intervalo entre o quarto e o quinto set pode ser reduzido, dependendo das regras específicas da competição ou do torneio.

As regras sobre o tempo de jogo são criadas para garantir que o jogo flua de maneira justa e eficiente, e para evitar atrasos desnecessários. 

Qualquer mudança nessas regras seria projetada para melhorar a experiência de jogo tanto para os jogadores quanto para os espectadores.

O desafio de vídeo (Video Challenge System)

O Video Challenge System é um recurso tecnológico importante introduzido no voleibol para garantir a precisão e a justiça nas decisões de arbitragem. 

Através desse sistema, as equipes podem questionar as decisões dos árbitros em situações específicas durante a partida.

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) delineou os seguintes casos nos quais o desafio de vídeo pode ser usado:

  • Bola dentro/fora: se houver dúvida sobre se uma bola caiu dentro ou fora das linhas de jogo, um desafio pode ser feito.
  • Toque na antena: se houver dúvida sobre se a bola tocou a antena durante um jogo, um desafio pode ser feito.
  • Toque na rede: se houver dúvida sobre se um jogador tocou a rede durante um ponto, um desafio pode ser feito.
  • Pé de ataque: se houver dúvida sobre se um jogador que estava atacando pisou na linha de ataque ou cruzou a linha de três metros (em caso de jogadores de defesa), um desafio pode ser feito.
  • Bola tocada: se houver dúvida sobre se a bola foi tocada por um jogador durante um ponto, um desafio pode ser feito.
  • Erro na posição do saque/rotação: se houver dúvida sobre se a equipe estava na rotação correta durante o saque, um desafio pode ser feito.
Veja também:  A Fascinante História do Futebol: Da Antiguidade até Hoje

Em relação ao número de desafios, cada equipe tem direito a dois desafios por set. Se a equipe fizer um desafio e estiver correta, ela mantém seu direito ao desafio. No entanto, se o desafio falhar, a equipe perde esse desafio.

O Video Challenge System é um grande avanço no voleibol, já que permite uma revisão mais justa e precisa das jogadas. Ainda assim, a utilização adequada deste recurso requer uma compreensão clara de suas regras e limitações.

Limites para a substituição de jogadores

Imagem com Limites para a substituição de jogadores
www.dicionarioolimpico.com.br

As regras de substituição no voleibol são projetadas para permitir uma estratégia eficaz de jogo e, ao mesmo tempo, garantir a fluidez da partida. 

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) estabelece que cada equipe pode fazer até seis substituições por set.

Na prática, isso significa que um jogador que foi substituído pode retornar ao jogo, mas somente no lugar do jogador que o substituiu. Além disso, um jogador que entrou no jogo por substituição só pode retornar ao jogo no lugar do mesmo jogador que ele substituiu.

Também é importante notar que uma substituição é contada como uma operação, independentemente de ser uma substituição simples (um jogador por outro) ou dupla (dois jogadores substituídos ao mesmo tempo). 

Assim, as equipes devem planejar suas substituições cuidadosamente, para não esgotarem suas seis substituições antes do final do set.

Veja também:  Os diversos tipos de esporte: quais são?

As substituições geralmente acontecem para trazer um jogador com habilidades específicas (como um sacador especialista) ou para alternar entre jogadores de frente e de trás. 

Em alguns casos, as substituições também podem ser usadas para dar aos jogadores um tempo para descansar ou recuperar o fôlego.

Novas regras para o saque

As regras para o saque no voleibol são vitais, pois o saque é o único momento em que um jogador tem controle total sobre a bola e suas ações. As mudanças nas regras do saque podem ter um impacto significativo no jogo.

A regra mais recente relacionada ao saque determina que o jogador deve acertar a bola dentro de 8 segundos após o apito do árbitro, dando ao sacador um limite de tempo estrito para executar seu saque.

Essa mudança é especialmente importante para os jogadores que utilizam o saque em salto, já que eles geralmente precisam de uma preparação cuidadosa antes de executar o saque. 

A regra de 8 segundos pode aumentar a pressão sobre esses jogadores para executarem seu saque rapidamente, o que pode afetar sua precisão ou a velocidade de seu saque.

Além disso, as regras do saque também especificam que o sacador não pode pisar ou passar a linha de fundo até que a bola tenha sido acertada. 

Se o sacador pisar na linha ou passar dela antes de acertar a bola, o saque é considerado um erro e o ponto é concedido à equipe adversária.

Essas são algumas das mudanças mais significativas para o ciclo 2021-2024. Vale ressaltar que as regras do voleibol estão sempre em evolução para melhorar o jogo, torná-lo mais emocionante para os espectadores e mais justo para os jogadores.

Lembramos a todos que estas são apenas algumas das mudanças, e é sempre importante consultar o documento oficial da FIVB para obter a lista completa das regras atualizadas. 

Então, se você é um jogador, treinador, árbitro ou apenas um fã apaixonado, reserve um tempo para se atualizar e entender completamente as novas regras.

Não há dúvidas de que essas alterações trarão uma nova dinâmica ao nosso adorado esporte do voleibol. Agora, estamos ansiosos para ver essas regras em ação nos próximos jogos!

você pode gostar também

Escreva um comentário