Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

As Maiores Rejeições do Big Brother: conheça 10 participantes que foram cancelados no BBB

O Big Brother Brasil é um dos reality shows mais assistidos do país e sempre causa polêmica com seus participantes.

Mas já parou pra pensar que nem todos eles são tão amados assim? Pois é, infelizmente alguns brothers e sisters acabam sendo rejeitados pelo público e alguns participantes foram cancelados no BBB!

Nesse artigo, vamos conhecer os 10 participantes mais polêmicos e rejeitados da história do BBB. Se prepara que a lista tá bombando!

Participantes que foram cancelados no BBB

Angela – BBB 14

Imagem Angela - BBB 14
Foto: Angela – BBB 14

O Big Brother Brasil é conhecido por ser um dos reality shows mais polêmicos do país, e em sua 14ª edição não foi diferente.

A participante Angela se destacou por uma declaração chocante que fez durante uma conversa com outros participantes: “matar todo mundo” seria a solução para erradicar a AIDS.

Além disso, ela ainda afirmou que a doença só existia porque “um idiota transou com um macaco”. Essas falas geraram uma onda de indignação nas redes sociais e muitas pessoas começaram a cancelar da participante.

No entanto, mesmo após esse episódio, Angela conseguiu chegar à final e se tornar vice-campeã da edição, o que mostra que nem sempre as atitudes mais reprováveis são punidas no mundo do entretenimento.

Laércio – BBB 16

O Big Brother Brasil já foi palco de muitas polêmicas envolvendo seus participantes, e na 16ª edição do programa, o tatuador Laércio acabou sendo o centro de uma grande controvérsia.

O participante, que tinha 53 anos na época, foi acusado de pedofilia por uma ex-namorada, e a denúncia gerou uma onda de revolta nas redes sociais. Além disso, Laércio foi eliminado com um alto índice de rejeição do público.

As consequências, no entanto, foram ainda mais graves: ele acabou sendo preso preventivamente e, hoje, cumpre pena de 12 anos de prisão. Esse é mais um exemplo de como as atitudes questionáveis dos participantes podem ter graves consequências na vida real.

Marcos – BBB 17

Imagem Marcos - BBB 17
Foto: Marcos – BBB 17

Após ter sido apontado como agressor de Emily, a campeã da 17ª edição do BBB, Marcos Hater foi expulso do programa e sofreu críticas severas nas redes sociais.

Veja também:  Quem São os Participantes do Camarote do BBB 23?

Fãs do reality, ex-participantes e até mesmo celebridades como Bruna Marquezine e Ivete Sangalo se manifestaram contra o comportamento do participante. Nas redes sociais, o cancelamento foi imediato, com muitos internautas repudiando as atitudes do ex-BBB e exigindo sua saída do programa.

O caso gerou grande repercussão na mídia e ainda é discutido pela sua importância na promoção do respeito e segurança no entretenimento televisivo.

Patrícia – BBB 18

A antipatia de Patricia em relação a Gleice Damasceno causou desconforto no público, que não hesitou em dar a Gleice a oportunidade de retornar de um paredão falso e indicar Patricia para a berlinda.

O cancelamento nas redes sociais acabou gerando rejeição dentro da casa, o que culminou na eliminação de Patricia com impressionantes 94% dos votos.

O episódio foi bastante comentado nas redes sociais e mostrou como o comportamento dos participantes pode impactar diretamente em sua permanência no programa.

Felipe Prior – BBB 20

Imagem Felipe Prior - BBB 20
Foto: Felipe Prior – BBB 20

Durante a edição de 2020, o participante Prior enfrentou múltiplos cancelamentos nas redes sociais devido a comentários considerados machistas, além do comportamento hostil em relação às colegas de confinamento.

Após ser eliminado do programa, ele foi acusado de estupro por diversas mulheres, o que gerou ainda mais críticas e indignação dos internautas.

O caso reforçou a importância do respeito e da segurança em todas as esferas da sociedade, incluindo o entretenimento televisivo. A situação também chamou a atenção para a necessidade de responsabilização de comportamentos abusivos e agressivos.

Bianca Andrade (Boca Rosa) – BBB 20

Bianca se tornou a favorita do público durante o programa, mas sua decisão de não tomar partido em uma briga causada pela misoginia de alguns participantes acabou transformando-a em alvo de cancelamento nas redes sociais.

A queda em sua popularidade foi expressiva, com perda significativa de seguidores, contratos profissionais e ataques ofensivos.

O episódio evidenciou a importância do posicionamento ético e socialmente consciente em um contexto em que as redes sociais e a internet dão voz ao público em geral. A história de Bianca também demonstrou como o cancelamento online pode ter impactos reais na vida de uma pessoa.

Rodrigo – BBB 22

Imagem Rodrigo - BBB 22
Foto: Rodrigo – BBB 22

Rodrigo exagerou nas paranoias sobre o jogo, fez uso de uma expressão transfóbica para se referir a uma travesti e insistiu em perguntas incômodas para Douglas Silva, o que levou à sua eliminação no segundo paredão.

O participante causou revolta entre os fãs do reality após fazer um comentário transfóbico em uma das madrugadas do programa.

Durante uma conversa com Vinicius Fernandes e Maria, Mussi usou o termo “traveco” para se referir a uma travesti, e depois expressou sua preocupação em ser cancelado pelo público do programa.

Veja também:  Quem São os Vencedores do BBB? É Hora de Conhecê-los!

A situação se agravou ainda mais, quando Rodrigo tentou pedir ajuda a Linn sobre como se colocar melhor.

Bárbara – BBB 22

Bárbara, participante gaúcha de um reality show, foi cancelada nas redes sociais por ter utilizado uma expressão de cunho racista para descrever a performance de Douglas Silva em um jogo da discórdia.

Além disso, ela foi envolvida em um episódio polêmico em que teria imitado um macaco enquanto falava de Natália, juntamente com as participantes Laís e Eslovênia.

Os comportamentos inadequados das três levaram ao cancelamento nas redes sociais e, consequentemente, a críticas e perda de oportunidades profissionais.

Esse tipo de comportamento reforça a importância do respeito e da conscientização acerca de assuntos relacionados a diversidade e inclusão na mídia e em qualquer ambiente social.

Nego Di – BBB 21

Imagem Nego Di - BBB 21
Foto: Nego Di – BBB 21

Nego Di, participante do BBB21, bateu o recorde de rejeição do programa, mas conseguiu crescer consideravelmente em suas redes sociais durante sua participação, saindo do programa com mais de 5 milhões de seguidores no Instagram.

Ele costuma fazer sorteios e promoções em suas redes, mas já foi acusado de golpe por não ter entregue compras feitas em uma loja virtual.

Além disso, o humorista se envolveu em diversas polêmicas após sua saída do programa, como piadas transfóbicas envolvendo a cantora Linn da Quebrada e o jogador de futebol Mbappé, além de ter sido processado por Jojo Todynho e Arlindinho por comentários considerados gordofóbicos e ofensivos.

É importante ressaltar que atitudes preconceituosas e ofensivas não devem ser toleradas, e a responsabilidade de influenciadores na disseminação de discursos de ódio deve ser levada a sério.

Karol Conká – BBB 21

Karol Conká entrou no BBB 21 como uma das favoritas ao prêmio, mas em poucas horas na casa, já começou a desapontar o público. Em suas primeiras 24 horas, fez um comentário transfóbico, o que gerou críticas e cancelamento nas redes sociais.

Nos dias seguintes, Karol continuou com falas preconceituosas, como xenofobia contra a paraibana Juliette, além de agressões verbais a Lucas Penteado.

Seu comportamento gerou uma forte rejeição do público, que culminou em sua eliminação com recorde histórico de rejeição, além de perda de contratos e cancelamento nas redes sociais.

E aí, o que você achou destes cancelamentos que rolaram no BBB? Você acredita que todos esses participantes mereciam mesmo ter sido cancelados? Nos conte nos comentários!

Veja também: Participantes do BBB 23: Qual Deles Se Tornará Milionário?

você pode gostar também

Escreva um comentário