Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

As Funções da Linguagem: Explorando a Comunicação Verbal!

A linguagem é uma poderosa ferramenta de comunicação que utilizamos diariamente para nos expressar, transmitir informações, sentimentos e ideias. 

No estudo da língua portuguesa, uma das áreas mais fascinantes é a análise das funções da linguagem. 

Essas funções nos ajudam a compreender como a linguagem é usada de maneiras diferentes, conforme os objetivos e intenções comunicativas de quem fala ou escreve. 

Neste artigo, exploraremos as diversas funções da linguagem em língua portuguesa, apresentando exemplos e analisando suas características.

Função Referencial ou Denotativa

Imagem com Função Referencial ou Denotativa
brasilescola.uol.com.br

A função referencial, também conhecida como denotativa, é uma das principais funções da linguagem. 

Ela tem como objetivo principal transmitir informações de forma objetiva e direta, com foco na descrição de fatos, apresentação de dados, explicação de conceitos ou fornecimento de instruções. 

Nessa função, a linguagem é utilizada de maneira clara, precisa e impessoal, evitando ambiguidades e subjetividades.

A linguagem referencial é encontrada em diversos tipos de textos e contextos, como em textos científicos, manuais de instruções, relatórios técnicos, livros didáticos, artigos acadêmicos, entre outros. 

Nessas situações, a intenção do emissor é transmitir informações de forma precisa e objetiva, sem a influência de opiniões pessoais ou emoções.

Ao utilizar a função referencial, o emissor busca ser claro na comunicação, utilizando termos técnicos quando necessário e evitando a utilização de expressões subjetivas. A linguagem é usada para descrever, explicar e informar, fornecendo ao receptor um conteúdo concreto e objetivo.

Uma característica importante da função referencial é a busca pela veracidade e objetividade dos dados apresentados. 

É essencial que as informações transmitidas sejam baseadas em fatos comprovados e de fontes confiáveis, a fim de garantir a credibilidade da mensagem.

Exemplo:

“O Brasil é o maior país da América do Sul, com uma extensão territorial de aproximadamente 8,5 milhões de quilômetros quadrados. Sua população é estimada em 210 milhões de habitantes, sendo considerado o quinto país mais populoso do mundo.”

Nesse exemplo, a função referencial é utilizada para transmitir informações geográficas e demográficas sobre o Brasil. 

A linguagem é objetiva e os dados são apresentados de forma clara e precisa, sem a inclusão de opiniões do emissor.

Função Emotiva ou Expressiva

A função emotiva, também conhecida como expressiva, é uma das funções da linguagem em que está centrada na expressão dos sentimentos, emoções, opiniões e visões de mundo do emissor. 

Nessa função, a linguagem é utilizada para manifestar e comunicar as emoções pessoais, transmitindo subjetividade e individualidade.

A função emotiva está presente em diversos tipos de textos e situações comunicativas, como poesias, diários pessoais, cartas íntimas, manifestos, discursos apaixonados, entre outros. 

O objetivo principal é expressar e comunicar as emoções e os estados subjetivos do emissor, permitindo que ele se conecte emocionalmente com o receptor.

Ao utilizar a função emotiva, o emissor usa recursos linguísticos e estilísticos que evidenciam a subjetividade e a expressividade da mensagem. 

Esses recursos podem incluir o uso de adjetivos, metáforas, comparações, expressões idiomáticas, entonação enfática, entre outros elementos que enfatizam as emoções e os sentimentos transmitidos.

A linguagem utilizada na função emotiva é pessoal, envolvente e carregada de carga emocional. O objetivo é despertar sentimentos no receptor e criar uma conexão emocional com ele. Essa função pode ser utilizada para expressar amor, alegria, tristeza, raiva, surpresa, entre outras emoções.

Exemplo:

“Meu coração transborda de alegria ao ver o sorriso no seu rosto. Você ilumina meus dias e enche minha vida de amor.”

Nesse exemplo, a função emotiva é utilizada para expressar alegria e amor. A linguagem é carregada de sentimentos e emoções, transmitindo a subjetividade e a visão pessoal do emissor.

Veja também:  O que são Figuras de Linguagem? Explicação e Exemplos

Função Apelativa ou Conativa

Imagem com Função Apelativa ou Conativa
blog.flaviarita.com

A função apelativa, também conhecida como conativa, é uma das funções da linguagem que tem como principal objetivo influenciar o comportamento ou as atitudes do receptor. 

Nessa função, a linguagem é utilizada persuasivamente, com o intuito de convencer, persuadir, pedir, ordenar ou solicitar algo ao interlocutor.

A função apelativa está presente em diversas situações comunicativas do nosso cotidiano, desde anúncios publicitários, discursos políticos, textos argumentativos, até conversas do dia a dia em que buscamos persuadir alguém a tomar uma determinada ação.

Ao utilizar a função apelativa, o emissor usa recursos persuasivos para influenciar o receptor. 

Esses recursos podem incluir o uso de argumentos lógicos, dados estatísticos, exemplos convincentes, linguagem emocional, apelos morais, entre outros elementos que buscam convencer o receptor a adotar determinado comportamento ou a mudar de opinião.

A linguagem utilizada na função apelativa é direta e muitas vezes persuasiva. O objetivo é estimular uma resposta específica no receptor, levando-o a agir conforme os interesses do emissor.

Exemplo:

“Não perca essa oportunidade única! Compre agora e ganhe 50% de desconto! Aproveite essa oferta imperdível!”

Nesse exemplo, a função apelativa é utilizada em um anúncio publicitário. A linguagem é persuasiva, utilizando a oferta de desconto como incentivo para o receptor tomar a ação de compra imediata.

Função Poética ou Estética

A função poética, também conhecida como estética, é uma das funções da linguagem que se concentra na criatividade e na busca por um uso artístico da linguagem

Nessa função, a linguagem é utilizada de forma cuidadosa e elaborada para criar efeitos estéticos, despertar emoções e transmitir mensagens de maneira simbólica e metafórica.

A função poética está presente principalmente em textos literários, como poemas, prosas poéticas, canções e obras de ficção. No entanto, também pode ser encontrada em discursos, pinturas, esculturas e outras formas de expressão artística.

Ao utilizar a função poética, o emissor usa recursos linguísticos e estilísticos que visam tornar a mensagem mais expressiva e esteticamente agradável

Esses recursos incluem o uso de figuras de linguagem, como metáforas, metonímias, aliterações, ritmo, rimas, entre outros, que criam efeitos sonoros e visuais, enriquecendo a experiência estética do receptor.

A linguagem utilizada na função poética é rica em imagens, sons, ritmo e símbolos, buscando provocar sensações e despertar a imaginação do receptor. O objetivo é transmitir a mensagem de forma artística, evocando emoções e estimulando a reflexão.

Exemplo:

“Gotas de mel escorrem do céu,

Adoçando os corações amargos da cidade.

Os suspiros das árvores bailam ao vento,

Embriagando os sentidos com doçura e serenidade.”

Nesse exemplo, a função poética é utilizada em um trecho de um poema. A linguagem é cuidadosamente escolhida para criar imagens vívidas e transmitir uma sensação de doçura e tranquilidade.

Função Fática

Imagem com Função Fática
www.todamateria.com.br

A função fática, também conhecida como função de contato, é uma das funções da linguagem que se concentra no estabelecimento e na manutenção do contato e da interação entre os interlocutores. 

Nessa função, a linguagem é utilizada para verificar se a comunicação está fluindo adequadamente, para estabelecer conexão e para manter o contato social.

A função fática é amplamente utilizada em situações de comunicação cotidiana, como cumprimentos, saudações, despedidas e expressões de cortesia. Seu objetivo é iniciar, manter ou encerrar uma conversa, sem necessariamente transmitir informações específicas.

Ao utilizar a função fática, o emissor faz uso de expressões e palavras que visam estabelecer uma conexão interpessoal, demonstrar interesse e garantir a continuidade da comunicação. 

Essas expressões podem incluir saudações como “Oi”, “Olá”, “Bom dia”, “Boa tarde” e despedidas como “Até logo”, “Tchau” e “Fique bem”.

Veja também:  Redação Enem 2023: Confira Possíveis Temas!

A linguagem utilizada na função fática é geralmente simples e direta, visando manter a interação e o engajamento dos interlocutores. 

O foco não está na transmissão de informações específicas, mas sim na criação de um ambiente comunicativo harmonioso e amigável.

Exemplo:

“Oi, tudo bem? Como tem passado?”

Nesse exemplo, a função fática é utilizada para iniciar uma conversa. As expressões utilizadas têm o propósito de estabelecer um contato social e demonstrar interesse pela outra pessoa.

Em resumo, a função fática desempenha um papel importante na comunicação interpessoal, buscando estabelecer e manter o contato social entre os interlocutores. 

É uma função que utiliza expressões e palavras para iniciar, manter ou encerrar uma conversa, sem transmitir informações específicas. 

Ao explorar a função fática, a linguagem se torna um instrumento de conexão e interação social, garantindo a fluidez e a continuidade da comunicação.

Função Metalinguística

A função metalinguística é uma das funções da linguagem que se concentra na reflexão e explicação do próprio sistema linguístico. 

Nessa função, a linguagem é utilizada para falar sobre a linguagem, descrever e explicar seu funcionamento, regras gramaticais, significados e outras características.

A função metalinguística é comumente encontrada em textos linguísticos, como dicionários, gramáticas, manuais de estilo, livros de teoria literária e linguística, entre outros. 

Esses textos fornecem informações sobre o uso correto da língua, significados de palavras, estruturas gramaticais e outros elementos relacionados à linguagem.

Ao utilizar a função metalinguística, o emissor faz uso de termos técnicos e conceitos linguísticos para descrever e explicar aspectos da linguagem. 

É uma função que busca esclarecer dúvidas, fornecer informações sobre o sistema linguístico e promover a compreensão e o uso adequado da linguagem.

A linguagem utilizada na função metalinguística pode ser mais formal e técnica, uma vez que seu objetivo é explicar conceitos linguísticos e transmitir informações específicas sobre a linguagem. 

O emissor pode fazer uso de exemplos, definições, regras gramaticais e outros recursos para facilitar a compreensão do receptor.

Exemplo:

“O verbo é uma classe de palavras que indica ação, estado ou fenômeno da natureza. Na frase ‘João correu no parque’, o verbo ‘correu’ expressa uma ação realizada pelo sujeito ‘João’.”

Nesse exemplo, a função metalinguística é utilizada para explicar o conceito de verbo e fornecer um exemplo para facilitar a compreensão do receptor.

Função Informativa 

Imagem com Função Informativa
escolakids.uol.com.br

A função informativa, também conhecida como referencial ou denotativa, é uma das principais funções da linguagem. 

Essa função visa transmitir informações de maneira objetiva, clara e precisa. Na função informativa, a linguagem é utilizada para apresentar fatos, dados, conceitos, explicações e descrições imparcialmente, sem a influência de opiniões ou emoções do emissor.

A função informativa está presente em diversos tipos de textos e contextos comunicativos, como notícias, artigos científicos, manuais, relatórios, enciclopédias, entre outros. A linguagem utilizada é direta, objetiva e será compreendida de forma inequívoca pelo receptor.

Ao utilizar a função informativa, o emissor se preocupa em transmitir informações verídicas, baseadas em fatos e dados comprovados. A clareza e a precisão são essenciais para a mensagem ser compreendida de maneira correta pelo receptor.

Exemplo:

“O aquecimento global é um fenômeno causado pelo aumento da emissão de gases do efeito estufa na atmosfera. Isso tem contribuído para o aumento da temperatura média do planeta, resultando em mudanças climáticas significativas, como o derretimento das calotas polares e o aumento do nível do mar.”

Nesse exemplo, a função informativa é utilizada para descrever o fenômeno do aquecimento global e suas consequências. A linguagem é objetiva e apresenta informações claras e baseadas em dados científicos.

As funções da linguagem desempenham um papel fundamental na comunicação verbal em língua portuguesa. 

Aprofundar-se no estudo das funções da linguagem contribui para o desenvolvimento de habilidades comunicativas e para uma compreensão mais ampla do funcionamento da língua portuguesa.

você pode gostar também

Escreva um comentário