Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

Técnicos Da Copa Que Mais Venceram: TOP 5 Com + Títulos

Com o fim da Copa do Mundo, muitas pessoas passaram a fazer pesquisa sobre os técnicos que atuam nas seleções ou mesmo curiosidades sobre essa Copa tão diferente, que foi a de 2022.

Pensando nisso, o Canal Aberto Brasil trouxe para você uma lista com os 5 técnicos que mais venceram a Copa. A título de curiosidade, trouxemos também alguns destaques técnicos da Copa de 2022.

Um dos 5 técnicos que mais venceram a Copa, Didier Deschamps poderia ter garantido a segunda posição de forma isolada se a França tivesse sido campeã.

O técnico Didier já possui um lugar garantido na história do futebol, pois, em 2018, conquistou um título mundial com a França. Além de se colocar na seleta lista de campeões de Copa do Mundo tanto como jogador e como técnico.

Então vamos dar uma olhadinha na lista de técnicos que mais venceram a Copa!

Técnicos da Copa que mais venceram

1 – Helmut Schon

Imagem com Helmut Schon
Foto: Helmut Schon – Wikipédia

O primeiro da nossa lista de técnicos que mais venceram na Copa é o Helmut Schon.

O técnico foi campeão mundial com a Alemanha em 1974. Ele é o treinador com mais jogos em Copas do Mundo sendo 25 jogos nas edições de 1966, 1970, 1974 e 1978. No total, Schon venceu 16 partidas. Sempre com a seleção alemã.

2 – Didier Deschamps

Didier Deschamps ocupa o segundo lugar na lista de técnicos que mais venceram a Copa.

Técnico da França desde 2014, e campeão em 2018, Deschamps chegou a 14 vitórias após bater o Marrocos na semifinal da Copa do Mundo de 2022.

3 – Luiz Felipe Scolari

Imagem com Luiz Felipe Scolari
Foto: Luiz Felipe Scolari – Wikipédia

Em terceiro na nossa lista de técnicos que mais venceram a Copa.

Felipão ganhou com o Brasil a Copa do Mundo de 2002 e ainda participou da Copa de 2014, que infelizmente ficou marcada pelo 7 a 1. Scolari também comandou a seleção portuguesa em 2006 e somou um total de 14 vitórias.

4 – Zagallo

Zagallo é o quarto na lista de técnicos que mais venceram a Copa.

Sempre com a seleção brasileira, Zagallo participou de três Copas do Mundo (1970, 1974 e 1998). Foi campeão em 1970 e venceu um total de 13 partidas.

Veja também:  Melhores Jogadoras de Basquete do Mundo: TOP 5!

5 – Joachim Low

Imagem com Joachim Low
Foto: Joachim Low – Wikipédia

Em quinto na lista de técnicos que mais ganharam a Copa, temos Joachim Low.

Campeão com a Alemanha em 2014, Joachim Low foi técnico da seleção alemã também nas Copas do Mundo de 2010 e 2018. No total, conquistou 12 vitórias no torneio.

Curiosidades sobre a Copa do Mundo de 2022

A Copa de 2022 já deu o que falar por mais de um motivo. Além de ser realizada em uma época não tão tradicional, meio do ano, foi a primeira Copa realizada em países Árabes.

As temperaturas altas do país, que podem chegar aos 50ºC em meados de junho e julho, levaram as partidas para novembro, período em que o clima é mais ameno.  

Mas estes não são os únicos fatos que movem o mundial. O maior espetáculo de futebol do planeta também carrega números grandiosos e outras curiosidades que vão marcar a história da competição de 2022.

Além dessas curiosidades, trouxemos algumas outras para compartilhar. Vamos ver?

O mundial mais caro da história 

Por ser o primeiro representante do Oriente Médio a sediar uma Copa do Mundo, o Catar investiu bilhões de dólares, U$ 200 bilhões para ser exato, segundo dados da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

Esse valor foi usado para ampliação da infraestrutura de transporte, hotelaria e também construção dos estádios oficiais da Copa.

Com isso, a edição de 2022 da competição já é considerada a mais cara da história. 

O esporte do Catar não é o futebol    

Um investimento desse tamanho só teve que ser feito porque o Catar não tem o futebol como um esporte popular em seu território. Por lá, a paixão é o críquete, um jogo de tacos muito parecido com o beisebol. Para receber a Copa do Mundo da FIFA™, o país teve que construir sete novos estádios e reformar um.    

Uma cidade nova inteira para o mundial 

Nesse plano de transformar o país em uma grande arena de futebol, o Catar acelerou um projeto que já estava em andamento: a construção da cidade de Lusail, no meio do deserto, a 24 quilômetros de Doha, a capital do país. 

A cidade é parte do projeto Catar 2030, lançado pelo governo para modernizar o país e transformá-lo em um pólo turístico. 

A cidade de Lusail passou a ser construída do zero em 2005, quando a FIFA anunciou que o Catar seria a sede mundial de 2022. As obras foram aceleradas em 2010, focando em transformar a cidade em uma atração para o evento. 

Ao todo, foram investidos US$ 45 bilhões para levantar Lusail, que tem 38 quilômetros quadrados de área e que agora abriga o maior estádio de futebol do país, que pode receber 80 mil torcedores e será o palco da final do mundial. A cidade mistura complexos residenciais, comerciais, lojas e resorts.

Veja também:  Os 5 Maiores Vencedores da Copa do Mundo Feminina

Primeiro estádio desmontável

O estádio de Lusail será o grande palco da final da Copa do Mundo da FIFA 2022 ™, mas o estádio 974 também entrará para a história da competição por ser a primeira arena padrão FIFA completamente desmontável e reutilizável. 

É que o 974 foi totalmente construído com contêineres certificados e elementos modulares em aço. Ou seja, o estádio pode ser desmontado e reconstruído com os mesmos materiais e o mesmo tamanho em qualquer lugar. E o nome “974” faz referência ao número de contêineres utilizados para levantar a arena.

A Copa do Mundo da FIFA mais compacta da história

O Catar é um país pequeno. Ele tem em torno de 3 milhões de habitantes e quase metade deles está em Doha. Não é à toa que a própria FIFA classifica esta edição do mundial como o torneio mais compacto de todos os tempos.  

A Copa do Mundo da FIFA 2022™ será realizada em oito estádios espalhados em todo o Catar. Mas a FIFA calcula que os torcedores podem assistir a pelo menos duas partidas em um único dia. É que a maior distância entre os estádios é de 75 quilômetros, e a menor é de apenas 5 quilômetros.

Primeiro mundial com mais jogadores por seleção 

Tradicionalmente, as seleções podem convocar 23 jogadores, incluindo os goleiros. A partir da edição de 2022, esse número subiu para 26, mas não de forma obrigatória. Segundo a FIFA, a mudança deve-se pelo impacto da covid-19 nos times. 

Último mundial com 32 seleções 

Outra curiosidade que marca a Copa do Mundo da FIFA 2022™ é que ela é a última edição com 32 seleções. A partir de 2026, 48 times poderão participar do torneio. Ou seja, mais opções para os campeões da Copa do Mundo!

Maior premiação da história

A edição de 2022 vai pagar o maior prêmio da história à seleção campeã mundial. Serão US$ 42 milhões para o primeiro lugar, US$ 30 milhões para o vice-campeão e US$ 27 milhões para o terceiro lugar. 

Veja os demais prêmios, segundo dados da FIFA:

  • 4º lugar: US$ 25 milhões
  • 5º a 8º lugar: US$ 17 milhões
  • 9º a 16º lugar: US$ 13 milhões
  • Eliminados na fase de grupos: US$ 9 milhões

Quase 3 milhões de ingressos vendidos 

Segundo informações da FIFA do último dia 17 de outubro, quase 3 milhões de ingressos foram vendidos para os jogos desta edição do mundial de futebol. Torcedores do próprio Catar, Estados Unidos, Arábia Saudita, Inglaterra, México, Emirados Árabes Unidos, Argentina, França, Brasil e Alemanha são os que mais compraram ingressos.

Mascote é “jogador habilidoso”

Este é o significado de La’eeb, nome do mascote oficial da Copa do Mundo da FIFA 2022™. O personagem usa o famoso lenço da cultura árabe, chamado de hijab.  

você pode gostar também

Escreva um comentário