Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

Medalhistas Paralímpicos brasileiros

Conheça mais sobre as Paralimpíadas e alguns dos medalhistas paralímpicos brasileiros reconhecidos por seus feitos

Tópicos

1 – As Paralimpíadas

2 _ Como surgiram as Paralimpíadas

3 – Quem pode participar das Paralimpíadas

4 – Modalidade Paralímpicas

5 – Medalhistas Paralímpicos brasileiros

6 – Melhores medalhistas brasileiros em Paralimpíadas

7 – Lições deixadas pelos atletas das Paralimpíadas

8 – Conclusão

As paralimpíadas

As Paralimpíadas ou Paraolimpíadas são um grande evento que reúne diferente modalidade esportivas, assim como os Jogos Pan-Americanos, e acontece a cada quatro anos para atletas de todo o mundo com diferentes graus de deficiência em competições.

A versão dos Jogos Olímpicos para portadores de deficiência é o maior evento do gênero.

Infelizmente, no evento ainda não existem modalidade específicas para surdos, isso acontece, porque o Comitê Olímpicos Desportivo do Surdos ainda não é filiado ao Comitê Paralímpico Internacional. Por outro lado, os surdos possuem um evento exclusivo que reúne vários esportes, chamado Surdolimpíadas.

O órgão responsável pelo gerenciamento dos esporte e que fica responsável por todo o evento, definindo regras e deveres é o Comitê Paralímpico Internacional (CPI) que atua juntamente com Comitê Olímpico Internacional (COI).

As Paralimpíadas acontecem sempre duas semanas do depois do fim das Olimpíadas, sempre nos mesmos anos.

Como surgiram as Paralimpíadas

Tudo começou década de 40, especificamente em 1944, quando o Reino Unido organizou um hospital, em Stoke Mandeville para abrigar soldados feridos na Segunda Guerra Mundial.

O hospital que se dedicava ao tratamento de soldados com lesões medulares e que tinha como médico o alemão Ludwig Guttman, decidiu implantar algumas práticas esportivas como ferramenta de recuperação de pacientes.

Logo depois, em 1948, Ludwig estabeleceu uma competição chamada de  Stoke Mandeville Games, que foi se tornando maior a medida que o tempo foi passando, se tornando anual e chamando a atenção de atletas estrangeiros a partir da década de 50.

Na década seguinte, a competição havia se tornado bem maior do que no início, juntando 400 atletas de 23 países, por isso, optou-se por levar os jogos para Roma, onde os Jogos Olímpicos seriam sediados. Essa ocasião é considerada como primeiro Jogo Paralímpico da História.

Quem pode participar das Paralimpíadas

Como as Paralimpíadas é um evento criado e pensado para pessoas com deficiência, somente elas podem participar, isso inclui pessoas com as deficiências físicas, visuais e mentais.

Veja também:  Descubra Quais os Álbuns Mais Escutados em 2022! Só Sucesso!

Modalidade Paralímpicas

Atualmente, o programa de esportivo das Paralimpíadas define 22 modalidades que foram adaptadas dos esportes, são elas

  • Atletismo
  • Badminton
  • Basquetebol em cadeira de rodas
  • Bocha
  • Canoagem
  • Ciclismo
  • Esgrima em cadeira de rodas
  • Futebol de cinco
  • Goalball
  • Hipismo
  • Judô
  • Levantamento de peso
  • Natação
  • Remo
  • Rugby em cadeira de rodas
  • Taekwondo
  • Tênis de mesa
  • Tênis em cadeira de rodas
  • Tiro
  • Tiro com arco
  • Triatlo
  • Voleibol Sentado

Medalhistas Paralímpicos brasileiros

Confira agora alguns medalhistas brasileiros que surpreenderam a todos pela sua superação diante das dificuldades em vida:

Daniel Dias

O que é considerado atualmente o maior nadador paralímpico de todos os tempos, Daniel nasceu com má formação congênita nos membros superiores e na perna direita.

O atleta de 33 anos em 16 de carreira já havia ganhado 27 medalhas em jogos paralímpicos, sendo 14 de ouro.

Antônio Tenório

Considerado o atual maior judoca paralímpico da história, Antônio que teve seu início no judô aos 8 anos, foi, aos 13, atingido por uma semente de mamona que causou deslocamento de retina do olho direito e, logo depois, foi sofreu um uma infecção no outro olho, o que o deixaram cego.

Assim, Antônio decidiu ir para o judô paralímpico, onde se tornou referência. Depois de seis edições, Antônio conquistou seis medalhas.

Maria Carolina Santiago

A nadadora brasileira que nasceu a síndrome de Morning Glory (uma alteração congênita na retina responsável pela diminuição do campo de visão), já praticava natação desde os seus quatro anos, mas só migrou para o esporte paralímpico em 2018, e, já no ano seguinte, se tornou campeã mundial.

Luís Carlos Cardoso da Silva

Nascido em Picos, no Piauí, Luís descobriu aos 25 anos que havia um parasita alojado em sua medula, o que o deixou, logo depois, paraplégico, mas que o não impediu de começar a treinar paracanoagem em 2011, o que fez, em 2015, Luís ser eleito o melhor atleta paralímpico em 2015.

Jovane Silva Guissone

O sulista do Rio Grande do Sul, Jovane Guissone, faz parte, desde 2008, da modalidade de esgrima em cadeira de rodas e já conseguiu o ouro nas Paralimpíadas de Londres em 2012.

Jovane perdeu o movimento das pernas ao reagir a um assalto e levar um tiro em 2004, o que o tornou paraplégico.

Maiores medalhistas brasileiros em paralimpíadas

Apesar de todos terem suas conquistas, sempre há alguns que se destacam ainda mais pelo fato de conseguirem muitas medalhas, sendo, assim, considerados os melhores. Confira agora essa seleção com os cinco maiores medalhistas brasileiros:

  1. Daniel Dias (natação), de 2008 a 2016, conseguiu 24 medalhas, sendo 14 de ouro, 7 de prata e 3 de bronze
  2. André Brasil (natação), de 2008 a 2016, alcançou a marca de 14 medalhas, sendo 7 de ouro, 5 de prata e 2 de bronze
  3. Clodoaldo Silva (natação), de 2000 a 2016, chegou à marca de 14 medalhas, sendo 6 de ouro, 6 de prata e 2 de bronze
  4. Ádria Santos (atletismo), de 1988 a 2008, conseguiu 13 medalhas, sendo 4 de ouro, 8 de prata e 1 de bronze
  5. Luiz Cláudio Pereira (atletismo), de 1984 a 1992, conquistou 9 medalhas, sendo 6 de ouro e 3 de prata
Veja também:  Aliexpress é Confiável? 10 Motivos para você comprar no site!

Lições deixadas pelo atletas paralimpícos

Diante do que foi mostrado, foi possível perceber que mesmo diante de “pedras no caminho”, pessoas dispostas conseguem mudar totalmente a sua vida.

Veja algumas algumas lições deixadas pelo atletas paralímpicos:

  • Inclusão: os atletas paralímpicos garantem a própria inclusão ao mostrar que todos podem ter habilidades independente das limitações físicas e intelectuais

  • Superação de desafios: os atletas paralímpicos enfrentam muitos desafios em suas vidas, incluindo barreiras sociais, e ao chegar aonde chegaram, mostram que é possível superar esses desafios.

  • Perseverança: Até chegar nas grandes competições, muitos obstáculos são enfrentados de diferentes formas pelo atletas com algum tipo de deficiência, por isso, o que não pode faltar é perseverança

  • Foco: os atletas paralimpícos precisam ser altamente focados para alcançar seus objetivos, por isso, nisso são um grande exemplo.

Conclusão

Por aqui, foi possível entender melhor sobre as paralimpíadas, sobre os seus atletas e suas lições deixadas como a superação de desafios e perseverança que são verdadeiramente inspiradores.

Por fim, é importante entender que todos têm grandes capacidades dentro de suas próprias limitações, os atletas paralímpicos, são um exemplo disso. E que somente com oportunidades dadas através de projetos que promovam a inclusão é possível descobrir coisas assim.

O esporte é um meio poderoso de promover a inclusão, permitindo que diferentes pessoas se conectem, além da conexão de pessoas com diferentes deficiências, é possível também conectar pessoas de diferentes países e culturas em um lugar almejado por todos: as grandes competições.

No entanto, é sempre importante lembrar para a inclusão ser bem sucedida no esporte é preciso compromisso de todos os envolvidos, como os treinadores, organizadores do evento, assim como de toda a sociedade, que deve apoiar o indivíduo apto a praticar um exercício, mas que tem uma deficiência

Continue acompanhando informações, notícias e curiosidades sobre esportes aqui no Canal Aberto Brasil

você pode gostar também

Escreva um comentário