Bem-vindo ao Conhecimentos Gerais, um site dedicado a oferecer informações e conhecimentos sobre uma variedade de matérias, incluindo português, matemática, ciências, geografia e muito mais.

Melhores Surfistas Femininas: 10 Mulheres de Destaque!

Conheça as dez maiores surfistas femininas da atualidade, elas que se destacaram ou ainda se destacam na modalidade

A história do surf

O surf é um esporte feito, basicamente, para que o praticante deslize sobre as ondas do mar com uma prancha que pode variar de tamanho e formato.

Originário da Polinésia, o esporte que trabalha todos os músculos, tem como principal ideia de nascimento o uso feito por pescadores, que perceberam que ao usar uma tábua chegariam mais facilmente às margens do mar.

Logo depois, em 1778, a ideia foi levada pelo navegador inglês James Cook para a Europa como um esporte, que ganhou mais popularidade na década de 50, mais especificamente nos Estados Unidos, onde na Califórnia se tornou parte da cultura.

No Brasil, o esporte foi trazido na década de 60 por meio de alguns funcionários de companhias aéreas, que viram o esporte fora do país e trouxeram a ideia, que, logo, se espalhou.

Seu início em solo brasileiro começou pela praia de Santos, em São Paulo, se espalhando, logo depois, pelo Rio de Janeiro, até que depois, rapidamente, o esporte se espalhou por todo o litoral brasileiro.

Já na década de 70, iniciaram-se os campeonatos profissionais. No entanto, no Brasil, somente em 1987, o surf foi reconhecido, de fato, como um esporte.

Agora que já sabe um pouco da história do surf no Brasil e no mundo, que tal conhecer as que são consideradas como as melhores surfistas femininas do mundo? Confira abaixo uma seleção feita com as 10 melhores atletas dessa modalidade de grande notoriedade no mundo

Carissa Moore

Imagem com Carissa Moore
Foto: Carissa Moore – People

A atleta dos Estados Unidos, Carissa Moore se tornou tetracampeã em 2019, após já ter ganhado em 2011, 2013 e 2015. A havaiana também já conquistou o terceiro lugar cinco vezes, em campeonatos mundiais desde 2010.

Stephanie Gilmore

Representante da Austrália, Stephanie Gilmore, foi tetracampeã mundial de 2007 a 2010. Mais tarde, em 2018, Stephanie já havia conseguido o sétimo título mundial, porque venceu também campeonatos em 2011, 2012 e 2013.

Caroline Marks

Imagem com Caroline Marks
Foto: Caroline Marks – Flamingo Magazine

Dos Estados Unidos, Caroline foi a atleta mais jovem a disputar um mundial, aos 16 anos, em que ficou em sétimo lugar. Já na sua segunda participação no evento, a surfista conseguiu ser vice-campeã

Veja também:  Paraolimpíadas de Inverno: Atletas, Modalidades e +

Sally Fitzgibbons

Apesar de também não ter conquistado ainda o seu primeiro lugar, como Caroline, Sally também é considerada um das melhores do mundo.

A atleta que foi vice-campeã em 2010, 2011 e 2012, conseguiu alcançar o terceiro lugar em 2013 e 2015 no mundial, dando notoriedade ao seu nome no mundo do surf.

Lakey Petterson

Imagem com Lakey Petterson
Foto: Lakey Petterson – Pinterest

A surfista que estreou em 2012 foi eleita a melhor novata do campeonato mundial, apesar de não ter ganhado em nenhum lugar de destaque. Já em 2018 e 2019 a história foi diferente, em 2018 Lakey conseguiu ser vice-campeã mundial e, em 2019, conseguiu o terceiro lugar.

Tatiana Weston-Webb

Representante do Brasil, a filha de uma brasileira e de um pai inglês, que havia se mudado quando criança para o Havaí, possui dupla nacionalidade, o que permitiu representar o Brasil no mundial em 2019, ficando em sexto lugar.

Courtney Conlogue

Imagem com Courtney Conlogue
Foto: Courtney Conlogue – Wikipédia

Desde 2011, Courtney Conlogue é o nome de destaque no surf feminino, já que desde lá, atleta já se mantém no top dez de mundiais. Courtney já garantiu o segundo lugar duas vezes, a primeira, em 2015, a segunda, em 2016.

Johanne Defay

Considerada a melhor surfista europeia da atualidade, Johanne, já alcançou o quinto lugar duas vezes, no WCT, uma em 2016, a outra, em 2018.

Silvana Lima

Imagem com Silvana Lima
Foto: Silvana Lima – Extra Online

A brasileira Silvana Lima, já foi campeã mundial duas vezes e, nacional, oito, cravando, assim, seu nome na lista de melhores. Silvana é muito conhecida por passar muito tempo no ar durante a sua prática.

Sage Erickson

Para finalizar, ela que também ocupa a lista de melhores: Sage Erickson, de Ohio, na Califórnia. Erickson que se destaca pela sua desenvoltura no surf desde que começou, aos 9 anos, mais tarde, conseguiu a almejada vitória do Champions Tour, em 2017.

Extra

Agora que você já viu quem um pouco sobre as melhores surfistas femininas do mundo, que tal ver quem são considerados os melhores surfistas masculinos do mundo? Afinal, surf também é praticado por homens que são destaques, conhecidos mundialmente

Confira a lista abaixo:

  • Kelly Slater
  • Mark Richards
  • Andy Irons
  • Tom Curren
  • Mick Fanning
  • Tom Carroll
  • Damien Hardman
  • John John Florence
  • Gabriel Medina
  • Adriano de Souza

Veja mais em melhores surfistas masculinos

Esses são alguns dos homens de destaque no mundo do surf

Curiosidades sobre o Surf

  • O surf tem um dia internacional: no dia 20 de junho é comemorado o dia mundial do surf. A data que foi criada em 2004, tem como objetivo celebrar o esporte e o estilo de vida associado a ele
  • O atleta que mais faturou com o esporte foi o americano Kelly Slater, que até 1998, já havia recebido somente em prêmios, cerca de US$ 702,230,00. Fora isso, ainda ganhava com prêmios e publicidade.
  • Em 2005, na Austrália, foi finalizada a maior prancha do mundo por Nev Hyman. Com 12 m, a prancha foi construída e levou 47 pessoas. Um recorde.
  • Inicialmente, as pranchas eram produzidas com madeira maciça, o que fazia com que elas fossem muito pesadas, cerca de 40 kg. Hoje em dia, há variação de peso, com pranchas produzidas com materiais como fibra de vidro e carbono que chegam a pesar 2kg.
  • Somente no Brasil, há cerca de 3 milhões de adeptos.
  • O surf já foi proibido no século XIX em alguns países cristãos, porque era entendido que a prática se vinculava a uma atividade pagã, já que no Havaí, o surf era praticado como ritual de oferenda para agradecer aos coqueiros e seus frutos.
  • O conhecido sinal “Hang Loose”, muito praticado entre os surfistas teria tido a sua origem a partir de um antigo rei havaiano. Segundo algumas lendas, durante a prática de surf, o rei, que acenava para o público, tinha apenas dois dedos, o polegar e o mindinho.
  • A maior onda já surfada que já foi registrada na história aconteceu em Nazaré, em Portugal, pelo surfista francês Nazaré Sanches. Em Dezembro de 2014, ele surfou uma onda de 33 m de altura e entrou para o livro dos recordes, o Guinness World Book.
  • Atualmente, entre os 30 melhores do mundo há vários brasileiros, como Gabriel Medina, Adriano Souza, Felipe Toledo, Caio Belli, Ítalo Ferreira, Miguel Pupo e Wiggolly Dantas.
  • Os principais tipos de prancha são: LongBoard, Gun, FunBoard, Evolution e Performance.
  • As principais manobras do surf são: Rasgada, Aéreo, Cavada, Tubo, Cut Back e Floater
Veja também:  Melhores Jogadores de Basquete do Mundo: 5 Lendas!

Conclusão

Por aqui, vimos um pouco dos que são considerados as melhores surfistas femininas atualmente e como levou alguns anos para que elas conseguissem conquistar os títulos que marcaram o os respectivos nomes no esporte.

Assim como qualquer outro esporte, o surf também tem regras e obrigações para que as competições aconteçam de maneira justa e honesta, por isso algumas práticas, como o doping, não são toleradas.

Por fim, caso tenha se interessado na prática do surf, busque sempre um profissional de saúde antes para uma avaliação, para ter a certeza de que está tudo bem para conseguir desempenhar bem o que o esporte exige.

Continue acompanhando informações, notícias e curiosidades sobre esportes aqui no Canal Aberto Brasil.

você pode gostar também

Escreva um comentário